Archives for posts with tag: Publico

Um artigo de dois investigadores da universidade americana de Princeton apontou o ano de 2017 como o fim da popular rede social com uma perda de cerca de 80% dos seus utilizadores.

As conclusões foram retiradas de pesquisas no motor de busca, Google e a modelos de proliferação de doenças. Segundo o artigo publicado no popular repositório online da Universidade de Cornell, “Usamos modelos epidemiológicos para explicar a adopção e o abandono por parte dos utilizadores de redes sociais online, nos quais a adopção é análoga à infecção e o abandono é análogo à recuperação”.

Para a investigação, recorreram aos dados públicos do Google sobre a pesquisa das palavras MySpace e Facebook. Observaram que o crescimento e declínio do MySpace foi acompanhado por um crescimento e declínio das pesquisas no Google por aquele site. Ao analisarem a evolução das pesquisas por Facebook, concluíram que estas indicam que a maioria dos utilizadores do Facebook abandonará a plataforma nos próximos anos.

O estudo surge numa altura em que são frequentes os relatos de abandono da plataforma, sobretudo pelos utilizadores adolescentes, algo que a empresa já admitiu, pelo menos parcialmente.

A rede social já emitiu a sua resposta e Numa publicação no próprio Facebook, três cientistas que trabalham para a empresa acusam os outros dois de confundirem a ligação que existe entre as pesquisas pelo termo “Facebook” e o número de utilizadores da rede. Usando uma metodologia semelhante, afirmam que seria possível concluir que a Universidade de Princeton deixaria de ter alunos em 2021, algo em que não acreditam.

 

Fonte: Jornal, O Público.

Pode ler-se o artigo completo em http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/o-facebook-vai-definhar-entao-a-universidade-que-o-diz-vai-desaparecer-1621022 

 

Presidente norte-americano diz-se preocupado com elevado número de condenações de pobres por fumarem marijuana, quando os legisladores “provavelmente fizeram o mesmo”.

 

http://www.publico.pt/mundo/noticia/obama-a-marijuana-nao-e-mais-perigosa-do-que-o-alcool-1620318