Archives for posts with tag: ipad

O uso de novas tecnologias na educação é cada vez maior e começa cada vez mais cedo. Em muitas escolas básicas já podemos ver miúdos de 6-7 anos teclarem num iPad, lerem os seus manuais escolares ou até mesmo interagir com o professor através dos tablets. A nova geração parece até que nasceu programa para usar a tecnologia touch. O ensino teve inclusive que se adaptar a estas mudanças. Serão estas ferramentas demasiadamente valorizadas no processo educativo? Torna-se assim necessário refletir sobre este assunto que tem impacto no crescimento das novas gerações.

Na minha opinião o grande passo que se deu em Portugal, dentro das tecnologias na educação, foi a divulgação do projeto Magalhães. A venda destes mini computadores a preços reduzidos não só levou os educadores e pais a uma aprendizagem de um ensino e educação diferentes mas também levantou alguma polémica porque grande parte dos miúdos não sabia dar o uso devido às novas ferramentas.

Há que enquadrar estes novos dispositivos e tecnologias no ensino. Quando bem aplicados e utilizados os tablets e softwares pedagógicos na educação podem atingir resultados bastante satisfatórios, ainda que os livros, a tradicional ardósia, o lápis e o papel não devam ser retirados. No fundo as novas tecnologias são um complemento à educação ou ao desenvolvimento cognitivo das crianças. Podemos pensar em casos concretos como o de jovens com deficiências que através da tecnologia e de estímulos “digitais” conseguem progredir ainda que a pequenos passos.

Assim os docentes e educadores devem ter um papel orientador e ao mesmo tempo de investigador já que podem ir acompanhando o feedback que os alunos dão ao uso de novas tecnologias.

Image

Pode ler um artigo sobre o tema aqui: http://noticias.terra.com.br/educacao/ipad-vai-revolucionar-o-ensino-diz-criador-de-escolas-steve-jobs,5d539195293ef310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Fonte: Scoop.it

João Serralha, 20130069

Advertisements

A editora portuguesa Lêleh Land, numa parceria tenológica da empresa também nacional IT People, lança uma aplicação para IPad com livros infantis interativos.

A série inicia-se com dois livros “Augui e o Ministério do Vale das Fadas”, numa edição gratuita do lançamento e “Augui e a Poção de chuva”. 

Estes livros surgiram com o intuito de estimular a participação ativa das crianças nas histórias e fazer com que estas avancem. Onde a criança é convidada a ajudar a Augui a encontrar o ingrediente raro em cada história, ao longo de toda a série. 

Os livros são recomendados para crianças a partir dos quatro anos e estão disponíveis em português e inglês. 

A editora Lêleh explica que “e um dos maiores cuidados no desenvolvimento destas aplicações foi a segurança da privacidade das crianças. Por isso, a aplicação não tem quaisquer ligações à web, anúncios, redes sociais ou compras integradas nas suas aplicações”.

 

Imagem

 

Fonte: sol.sapo.pt

O iPad Air saiu em Portugal a 1 de Novembro de 2013. E se é apenas mais um tablet no mercado porquê um iPad? Porque não um Surface ou um Galaxy Tab? Ora, na verdade o primeiro iPad foi “o tal” que, em 2010, marcou a  história dos tablets por mostrar ao mundo as inúmeras possibilidades de utilidade que tais dispositivos têm.

Sobra, no entanto, sobram algumas dúvidas. O que é que um tablet acrescenta de novo? Como serão os próximos computadores?

Aquela ideia do computador que as pessoas utilizavam para ler os seus e-mails, navegar na internet ou redigir textos passará por uma drástica mudança nos próximos anos: os aparelhos serão cada vez menores e mais intuitivos. Os tablets smartphones vieram revolucionar o mercado e agora é hora de inovar também a nível dos computadores. Além do avanço tecnológico que representa, esta novidade trás também a possibilidade de criar novos canais de comunicação e ferramentas de trabalho.

Os dispositivos portáteis são mais fácil de usar, mais rápidos de ligar e mais leves de transportar: um mundo que cabe em qualquer pequeno lugar. A possibilidade de poder interagir através de um simples toque no ecrã veio aposentar os ratos. Além disso, estes novos aparelhos trazem na bagagem uma série de novidades, como o sensor de identificação de presença, de movimentação física do aparelho, GPS, comandos de voz, entre outros.

Cada vez mais os tablets e smartphones tendem a estar sempre por perto, seja no quarto, na sala ou na rua. Sempre prontos para serem utilizados, já que eles trazem a possibilidade de nunca ser desligados e de nos manter permanentemente conectados ao mundo.

As empresas, através das redes sociais e de aplicativos, procuram manter-se conectados com os clientes, aumentando assim a proximidade com os mesmos. As estratégias de marketing ganham, portanto, uma nova perspectiva.

Esta revolução não significa que os computadores e portáteis “comuns” tenham os dias contados. Um dispositivo móvel não tem como objectivo substituir o seu atual computador, mas sim de facilitar e complementar algumas tarefas. Os computadores com alta capacidade de processamento, continuarão a ter lugar na vida de todos nós para ajudar nas tarefas mais complexas e demoradas.