Archives for posts with tag: google

Um artigo de dois investigadores da universidade americana de Princeton apontou o ano de 2017 como o fim da popular rede social com uma perda de cerca de 80% dos seus utilizadores.

As conclusões foram retiradas de pesquisas no motor de busca, Google e a modelos de proliferação de doenças. Segundo o artigo publicado no popular repositório online da Universidade de Cornell, “Usamos modelos epidemiológicos para explicar a adopção e o abandono por parte dos utilizadores de redes sociais online, nos quais a adopção é análoga à infecção e o abandono é análogo à recuperação”.

Para a investigação, recorreram aos dados públicos do Google sobre a pesquisa das palavras MySpace e Facebook. Observaram que o crescimento e declínio do MySpace foi acompanhado por um crescimento e declínio das pesquisas no Google por aquele site. Ao analisarem a evolução das pesquisas por Facebook, concluíram que estas indicam que a maioria dos utilizadores do Facebook abandonará a plataforma nos próximos anos.

O estudo surge numa altura em que são frequentes os relatos de abandono da plataforma, sobretudo pelos utilizadores adolescentes, algo que a empresa já admitiu, pelo menos parcialmente.

A rede social já emitiu a sua resposta e Numa publicação no próprio Facebook, três cientistas que trabalham para a empresa acusam os outros dois de confundirem a ligação que existe entre as pesquisas pelo termo “Facebook” e o número de utilizadores da rede. Usando uma metodologia semelhante, afirmam que seria possível concluir que a Universidade de Princeton deixaria de ter alunos em 2021, algo em que não acreditam.

 

Fonte: Jornal, O Público.

Pode ler-se o artigo completo em http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/o-facebook-vai-definhar-entao-a-universidade-que-o-diz-vai-desaparecer-1621022 

 

Advertisements

ImageA Google juntamente com fabricantes de automóveis criou a Open Automotive Alliance, cujo objectivo é permitir a compatibilidade de alguns automóveis com o sistema Android. As marcas aderentes foram a Audi, a General Motors, a Hyunday, a Honda e a Nvidia. Esta iniciativa foi anunciada no âmbito da Feira de Tecnologia Consumer Electronic Show (CES) em Las Vegas. 

Com o objectivo de tornar a condução uma actividade mais segura, esta iniciativa irá permitir que os condutores acedam à Internet através dos seus automóveis sem perturbar a condução e a sua segurança. A Google irá criar um sistema de ligação à Internet através do sistema android presente em smartphones e tablets, ao qual pode aceder o condutor mas também os passageiros.

Google Glass Sex é a nova aplicação do google, é apresentada como a nova aplicação para “apimentar” relações.
Tem o nome de Sex with glass e ainda não está disponível no mercado, a sua preparação ocorre em Londres e promete revolucionar a vida de muitos casais.
Sherif maktabi, responsável pela aplicação (app) revelou ao jornal The Guardian que “a intenção não é gerar polémica, mas sim contribuir para novas experiências, melhorando a vida dos casais,
Esta app permite observar tudo aquilo que o outro membro da relação está a fazer ou a ver, permitindo visualizar de vários ângulos a relação podendo gravar tudo aquilo que o utilizador desejar. Não existe entraves no campo da privacidade, pois o Google Glass elimina automaticamente qualquer gravação ao fim de cinco horas.
Para além disto, os óculos poderão dar sugestões durante a relação, como os gostos do parceiro ou o que deve ser melhorado para que a relação perdure.

 

Fonte: http://www.tecnologia.com.pt/2014/01/google-glass-sex-pode-apimentar-sua-relacao/Imagem

 

Empresa do Google tem um projecto para criar um telemóvel onde podem ser encaixadas peças com diversas funcionalidades.

A Motorola, uma fabricante americana de telemóveis que foi comprada pelo Google, anunciou uma parceria com empresa de impressão 3D , com o efeito de criar componentes para o Projecto Ara, um conceito de telemóvel em que os utilizadores podem combinar módulos com diferentes funcionalidades.
A empresa, chamada 3D Systems, vai desenvolver uma linha de impressão de alta velocidade, que deverá ser capaz de criar componentes funcionais.
O  Projecto Ara, anunciado no mês passado pela Motorola, quer criar um telemóvel que pode ser configurado de acordo com os gostos e as necessidades do utilizador, estes módulos podem ter apenas efeitos estéticos, ou podem mesmo ser funcionais, por exemplo,  uma segunda bateria para aumentar a autonomia do dispositivo ou uma câmara mais potente.

Esta tecnologia também permitirá substituir, mais facilmente, componentes que estejam avariados ou fazer actualizações para melhorar o desempenho do telemóvel, como instalar um novo processador ou mais memória.

A Motorola já tinha trabalhado com a 3D Systems num projecto em que disponibilizava tecnologia sofisticada de impressão 3D e telemóveis para que os interessados fizessem experiências.

Fonte: Jornal Público

Um objecto triangular foi notado na superfície do satélite da Terra pelo Google Moon que é um serviço parecido com o Google Maps mas na Lua.

A imagem demonstra um triângulo preto com pontos que parecem ser de luz, sendo que o seu tamanho é de 125 por 90 metros. Trata-se de um elemento simétrico, ao contrário das outras texturas assimétricas que são observadas na superfície da Lua usando o mesmo serviço.

Um especialista em imagem digital explicou que, para ele, se trata apenas de uma anomalia digital causada pelo uso de zoom na imagem. Quando se aumenta muito o zoom digital, distorções na foto são o mais comum de acontecer, vindo assim em formato geométrico, porque como as imagens são compostas por pixels, formam esse tipo de padrão, contrariando assim as suposições que geraram no público tais como se tratar de uma base, nave alienígena ou de uma estação lunar secreta.

Reflecte-se assim, o quanto os boatos na Internet se espalham rapidamente e o quão as pessoas acreditam nos mesmos sem provas certas.

Fonte: Galileu através de Google News

Baseando-se nos hábitos de cada um, o equipamento irá eventualmente saber em que andar a pessoa quer ficar.

A Microsoft Research veio com a inovadora ideia de criar um “elevador inteligente” que tenta prever exactamente o andar em que cada pessoa quer ficar. O mesmo analisa as conversas e a rotina diária de cada um, sabendo automaticamente as suas vontades ainda que não seja capaz de identificar rostos. Também se referir que, por exemplo hoje, quer sair noutro andar, o elevador irá parar no tal, saindo assim da rota diária sem qualquer problema.

Porém, o elevador ainda é um projecto e faz parte dos trabalhos da Microsoft Research para alongar a empresa na área das tecnologias que antecipam as nossas necessidades, como é o caso do Google Now.

Fonte: Galileu através de Google News

Duas extensões do Chrome foram retiradas pelo Google, após a descoberta de que os softwares continham códigos que favoreciam anúncios publicitários sem claro consentimento, violando assim os termos de uso.


Alguns utilizadores reclamaram que os plug-ins «Add to Feedly» e «Tweet this Page» criavam pop-ups automáticos em todos os sites, incluindo páginas de busca do próprio Google que ainda há pouco teria actualizado a sua política de uso para as extensões. Nessa altura a empresa esclareceu a sua preocupação contra a inserção de anúncios nos códigos e definiu parâmetros para tal servindo de protecção para os programadores que são assediados por empresas de publicidade alterando-lhes a configuração dos plug-ins.

Fonte: DiárioDigital através de Google News

Após Google ter entrado na área da tecnologia para acompanhamento da saúde com as novas lentes de contacto inteligentes, estaria prestes a concorrer nesta área uma outra empresa de seu nome Apple.

Sendo assim, tem andado a contratar especialistas em tecnologia médica para aplicar os seus conhecimentos no “iWatch” considerado o relógio de pulso inteligente. Foram contratados especialistas de uma startup (empresa com um histórico operacional limitado) chamada Sano Intelligence e de uma empresa denominada Vital Connect, que produz dispositivos médicos.

Um dos especialistas era responsável pelo produto que era assim capaz de analisar o sangue do seu utilizador sem precisar de espetar sequer uma agulha. É uma espécie de adesivo áspero que consegue ter a noção dos níveis de glicose nos vasos sangúineos. A tecnologia seria útil para alertar familiares de pessoas idosas, pessoas com diabetes que já não necessitavam de se picar para medirem os níveis e também chamar ambulâncias automaticamente em caso de emergência

Fonte: Olhar Digital através de Google News

O projecto Google Art Projet, da autoria da Google, coloca agora, mais um museu português à mercê dos olhos do mundo. O museu do Caramulo, situado no distrito de Viseu, disponibiliza à plataforma digital quase uma centena de obras de arte, para o visitante online desfrutar e assim abrir o apetite a uma futura visita ao vivo e a cores ao próprio museu.

Desfrutar da arte em formato digital soma vantagens. Por exemplo, a nível de questões monetárias, sendo que, a maioria dos  museus são de entrada paga. Assim sendo podemos desfrutar da arte a custo praticamente nulo. Para não falar que através do Google Art Projet estamos ao alcance da arte no conforto da nossa casa. E neste caso em particular podemos desfrutar da beleza de algumas das obras de arte que estão expostas no Museu do Caramulo, sem nos termos de deslocar até Tondela/ Viseu.

Contudo, o projecto de arte desenvolvido pela Google, não assegura a colecção de um museu na íntegra. No entanto e como é o caso do Museu do Caramulo, o projecto de arte desenvolvido pela Google, dá a conhecer ao visitante uma parte da colecção de arte lá exposta, assim como informações relevantes, fazendo com que o interesse desperte.

Este projecto que já tanto inovou o mundo da arte, ajuda ainda à divulgação de museus que possam estar mais isolados, como é o caso do referido museu português, que por isso quis ingressar neste inovador projecto de arte.

Assim sendo, a plataforma Google, “oferece” a arte, colocando-a  ao alcance de todos através de um clique. Dando ainda, a oportunidade de novos apreciadores e curiosos desfrutarem da arte, neste caso concreto a arte dos museus portugueses.

 

   Image

 Fonte: Sol Read the rest of this entry »

SafeDrive, chame-se assim a nova aplicação desenvolvida ao serviço da Google Glass, com o objectivo de ajudar a precaver os condutores de adormecerem ao volante.  Image

A nova aplicação adoptada pela Google, tem como objectivo primórdio ajudar os condutores a  prevenir acidentes automóveis em que a causa seja o cansaço excessivo, que muitas vezes acaba com o adormecimento dos condutores e o consequente  acidente.

Os Google Glass usufruem de uma aplicação, a SafeDrive, que detecta se o condutor balança ou não a cabeça enquanto conduz. Por intermédio de um comando de voz,  “Ok Glass, keep me awake” (Ok Glass, mantém-me acordado) sempre que este for accionado, se o utilizador se mantiver excessivamente imóvel abaixo de um determinado angulo, os Google Glass accionam um alarme com o fim de despertar de imediato o condutor. E se no entanto a situação se repetir, a aplicação activa a navegação assistida, que irá disponibilizar ao condutor direcções para locais próximos onde possa descansar.

Contudo esta nova tecnologia já divide pontos de vista. No entanto, e apesar de esta já ter valido a alguns condutores no Estados Unidos da América, algumas multas, a Google Glass tem um potencial uniforme, pelo simples facto de futuramente, a aplicação SafeDrive poder vir a prevenir muitos dos sinistros ocorridos nas estradas.

Fonte: Jornal i