“ A precariedade afecta pelo menos metade dos jovens jornalistas, revela inquérito apresentado no colóquio Jornalismo/Jornalistas. Luís Garcia alerta para a mercantilização das profissões intelectuais.”

– Com base nos resultados do inquérito aplicado aos jovens jornalistas pela equipa de investigação que organizou a colóquia- uma parceria do Centro de Investigação e Estudo em Sociologia do ISCTE-IUL e da ICS, com apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia. José Nuno Matos afirmou que metade dos jovens jornalistas tem um vinculo precário.

( Liliana Pacheco, “O Jornalismo tem um abismo á frente. Pode descer ou pode voltar”,( JJ|Jul/Set 2013| pág.15 )

Advertisements