A Câmara de Ourém vai lançar um concurso que visa a implementação do sistema integrado de mobilidade da cidade de Fátima. Custará cerca 883 mil euros e terá como objetivo reorganizar o estacionamento, o tráfego e a mobilidade na cidade através de equipamentos que gerem o trânsito automóvel.

Este será o segundo concurso visto que, o primeiro contrato não obteve o visto do Tribunal de Contas, o recurso ao mesmo foi novamente recusado.

A maioria do equipamento é informático e ficará localizado no posto territorial da GNR em Fátima.

O sistema, além da implementação de sinalética digital e de dispositivos que permitem fazer a contabilidade das entradas e saídas de veículos dos parques de estacionamento, contempla a criação de vários postos informativos na cidade aos quais podem recorrer peregrinos e turistas, caso estejam perdidos ou necessitem de saber a localização de algum estabelecimento ou mesmo em situação de urgência.

O investimento prevê, igualmente, a criação de um sítio na Internet onde vai constar diversa informação, a centralização dos parcómetros, o reforço da videovigilância e a implementação do centro de controlo integrado e do sistema de comunicação global, cuja monitorização e operação é garantida pela GNR.

O projeto terá como área de intervenção o centro da cidade e as principais vias de acesso à mesma (Fátima tem em média 5 milhões de visitantes por ano). Este sistema pode ser estreado na próxima peregrinação ao Santuário de Fátima a decorrer entre 12 e 13 de maio.

Segundo o responsável pelas relações públicas da GNR de Santarém “o sistema de mobilidade é uma mais-valia para os peregrinos e turistas que se dirigem a Fátima”.

O responsável realçou ainda que “em caso de acidente ou outra ocorrência, a resposta das autoridades passa também a ser mais rápida”.

Fonte: http://portocanal.sapo.pt

Advertisements