Duas extensões do Chrome foram retiradas pelo Google, após a descoberta de que os softwares continham códigos que favoreciam anúncios publicitários sem claro consentimento, violando assim os termos de uso.


Alguns utilizadores reclamaram que os plug-ins «Add to Feedly» e «Tweet this Page» criavam pop-ups automáticos em todos os sites, incluindo páginas de busca do próprio Google que ainda há pouco teria actualizado a sua política de uso para as extensões. Nessa altura a empresa esclareceu a sua preocupação contra a inserção de anúncios nos códigos e definiu parâmetros para tal servindo de protecção para os programadores que são assediados por empresas de publicidade alterando-lhes a configuração dos plug-ins.

Fonte: DiárioDigital através de Google News

Advertisements