A aplicação de mensagens instantâneas Snapchat já prometeu que ia melhorar a segurança depois de 4,6 milhões de contas terem sido hackeadas. 

O mais recente ataque aconteceu na véspera do Ano Novo, confirma a empresa californiana responsável pela aplicação, que tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos (especialmente entre os utilizadores mais jovens) por permitir que as publicações de imagem e vídeo sejam apagadas dez segundos após a sua visualização.

“A comunidade Snapchat é um espaço onde as pessoas se sentem confortáveis e estamos decididos a prevenir abusos”, garante a empresa, explicando que o “hacking” aconteceu devido a um problema de segurança com a opção “encontrar amigos”. Num comunicado publicado pelo TechCrunch, o grupo responsável pela façanha explicou que apenas divulgou os números de telefone e usernames destes utilizadores para “aumentar a consciência pública” acerca do assunto e “pressionar publicamente o Snapchat para tratar este problema”. Os hackers explicam que, através da opção “encontrar amigos”, é virtualmente possível encontrar qualquer pessoa que esteja registada e tenha adicionado o seu número de telemóvel à aplicação, bastando, para isso, ir adicionando números até a encontrar.

Snapchat já divulgou, igualmente, um email (security@snapchat.com) para onde os especialistas em segurança podem enviar as suas ideias para melhorar o serviço desta startup. A empresa pretende, assim, responder mais rapidamente a problemas similares.  

Fonte: Jornal de Notícias

Advertisements